• Emprego novo = vida nova?

    14 Dec 2013
  • Universidades mais acessíveis, cursos mais específicos e, mais e mais profissionais entrando no mercado de trabalho. Este é o cenário que vem tornando o mundo dos negócios cada vez mais competitivo e exigindo constante atualização. E agora, como mostrar à empresa que acaba de te contratar que valeu a pena investir em você?

    1. Tenha foco
    Para se destacar em um novo emprego, é imprescindível que você conheça bem suas habilidades. O que você faz bem, mais rápido e que geralmente rende seus melhores feedbacks? Busque ganhar os primeiros pontos positivos com essas atividades, mas procure sempre entregar além do que foi solicitado, ter iniciativa e não ficar apenas esperando ordens. Além disso, tenha “atitude de dono” com todas as atividades e antes de entregar um trabalho questione-se: este é o melhor que eu posso fazer?
    Durante a vida de estudante, por exemplo, há um comportamento um tanto quanto competitivo – tem que ser o melhor para passar no vestibular, para ser aprovado nos processos seletivos. No entanto, no trabalho, existem objetivos comuns e o melhor jogo é de ganha-ganha e parceria, e não de competição para que todos passam atingir os seus objetivos. Cada profissional tem características diferentes e pode contribuir com o time. Dê o seu melhor erecorra ao melhor dos outros. Não tenha vergonha ou receio de pedir auxílio quando necessário.

    2. Aprenda a observar
    Toda empresa possui uma cultura organizacional em que algumas regras são ditas e outras não. Você terá que aprender a ler o ambiente e se comportar de acordo para contribuir para um bom clima no trabalho. Ao começar em um novo emprego é normal ficar nervoso, afinal, nunca se sabe o que estar por vir e como serão as pessoas com quem você irá trabalhar. Observe o comportamento das pessoas: como elas se comunicam, como se comportam, como tratam umas às outras, como se vestem e assim por diante.
    No mundo corporativo sua postura e imagem profissional fazem diferença. Cuide para causar sempre uma boa impressão e não se esqueça de que é você que tem se adaptar ao ambiente, às regras e às pessoas – e não o contrário.

    3. Tenha interesse genuíno em processos e pessoas
    Mostre-se interessado e procure conhecer bem sua função, sua área, outras áreas e negócios da empresa. Isso irá contribuir positivamente para a sua atuação, demonstra que você tem força de vontade e está disposto a aprender. Mas antes de buscar conhecimento e possibilidades de desenvolvimento fora do seu escopo, lembre-se de que você deve estar com as suas tarefas em dia. É natural fazer amizade com pessoas que tem assuntos em comum com você, mas preocupe-se também em se aproximar de pessoas que possam contribuir para o seu desenvolvimento profissional e servir de referência quando você tiver alguma dúvida. É importante ter com quem contar quando o chefe não estiver disponível, por exemplo.
    Estas são apenas algumas dicas que podem ser úteis em diferentes momentos de carreira, já que não existem regras prontas. Por isso, é importante adaptá-las de acordo com a sua necessidade e momento de vida. Porque, de verdade, o que vai fazer a diferença mesmo no dia-a-dia do seu trabalho é ter atitude e ser você mesmo. Pense nisso e boa sorte!

    Texto publicado na Coluna “Carreira em gerações” do Exame.com
    por Sofia Esteves

  • Compartilhe:
    Tags: