• Planeje sua carreira ainda na faculdade!

    13 Dec 2013
  • A melhor hora para pensar sobre a sua carreira é ainda na faculdade. Planejamento profissional, financeiro e de vida deveriam estar na grade curricular de qualquer curso, mas como estas coisas não são faladas nas salas de aula, gostaria de compartilhar a importância de ter um plano profissional. A primeira coisa que ouço quando digo isso para estudantes é: “mas eu nem sei o que vai acontecer no ano que vem, como posso fazer um planejamento de longo prazo?”.

    Com esta barreira, a maioria das pessoas nem para pra pensar no que quer. E, pior, algumas pessoas não percebem que, ao não criarem expectativas, correm o risco de frustrar-se depois. É fundamental você saber o que quer… e não economize nos seus sonhos: queira sempre o melhor pra você!
    Dois pontos importantes para quebrar esta barreira e montar o seu plano:

    1) O plano existe para que você tenha um direcionamento. Ele pode e deve mudar de acordo com as circunstâncias. Ajustes e desvios de rota são fundamentais para se adaptar ao que for necessário.

    2) Se não conseguir fazer um plano de longo prazo, faça pelo menos um plano com objetivos claros para o próximo ano, afinal, o tempo passa voando! Pode arrumar um estágio, aprimorar o Inglês, fazer um curso de férias relacionado a sua área de interesse, etc.

    Iniciar o seu planejamento profissional não é uma tarefa fácil porque você ainda está começando e não sabe bem do que vai gostar de fazer de verdade. Mas tem muitas coisas que você pode fazer como, por exemplo: preocupar-se em conhecer todas as áreas de interesse que conseguir por meio de estágio, buscar meios de relacionar-se com profissionais que já atuam há um tempo, pesquisar etc.

    Pode parecer um pouco complicado, mas se tiver dúvidas, procure informações ou mesmo ajuda de profissionais especializados em orientação de carreira. Não é nenhuma vergonha procurar apoio para tirar suas dúvidas e evitar ter frustrações lá na sua trajetória de carreira.
    Orientação de carreira não é terapia profissional, é esclarecer dúvidas e construir junto um caminho, um plano de ação. É normal você não ter ideia nem por onde começar a fazer seu primeiro currículo. O que vou colocar se nunca trabalhei? O que será que eu faço para me desenvolver enquanto não trabalho (ballet,ONG etc)?

    Se isto não fosse tão importante, eu e outras especialistas do Grupo DMRH não teríamos atendido presencialmente e contribuído com o plano de carreira de mais de 900 pessoas ao longo de 10 anos do produto POC – Programa Orientação de Carreira, que agora tem até versão online – muito mais prático porque pode ser feito a qualquer hora, em qualquer lugar.

    Quanto antes você pensar na sua carreira e começar alinhavá-la com seus sonhos e objetivos de vida, mais chances de sucesso você terá. Sua personalidade estará mais bem definida por volta dos 30 anos, mas se você se “ajudar” até lá com certeza encontrará mais respostas.
    Afinal, não é todo mundo que tem a sorte do Mark Zuckerberg de ter uma ideia no meio da faculdade que vai garantir toda sua carreira, não é mesmo?

    por Bruna Tokunaga Dias
    Gerente de Orientação de Carreira da Cia de Talentos

  • Compartilhe:
    Tags: