• Descubra o que as disciplinas optativas (inclusive de outros cursos) podem te ensinar

    22 Sep 2015
  • O grande alívio ao chegar à faculdade é estudar, muito mais, a área que temos mais vontade e afinidade, além, é claro, de se “livrar” das matérias que gostávamos menos. Isso é muito bom!

    Essa escolha de matérias também traz um, excelente, outro lado: as optativas. Algumas vezes nos interessamos por algum assunto em especial, pensamos em dar um enfoque diferente do tradicional à nossa carreira ou, por que não, não sabemos se a escolha do curso na faculdade foi a melhor. Nestas situações temos as optativas para nos ajudar a pensar…

    Você pode cursar engenharia, mas ter grande interesse por economia e finanças, nada melhor que tirar a prova e tentar entender mais deste universo, não? Vale “puxar” optativas desta área!

    Seu curso é psicologia, mas você pensa muito em aliar psicologia com artes, que tal pesquisar sobre disciplinas de outros cursos na sua faculdade?

    Não é incomum, isso pode estar acontecendo com você ou com um amigo, você faz um curso na faculdade, mas vê que aquilo não é exatamente o que imaginava… Conforme o curso vai caminhando você vai se identificando cada vez menos… Antes de mudar de curso, que é uma atitude bastante importante, que tal “testar” outras áreas cursando alguma optativa? É como um test-drive e pode te ajudar a decidir o melhor caminho com mais certeza desta opção ; )

    Algumas vezes, as optativas não nos ajudam a descobrir o que gostamos, mas sim o oposto: o que não gostamos. O que também, certamente, é muito vantajoso, te faz ter mais foco, desmistificar algumas coisas e ser mais objetivo em suas escolhas.

    Outro ponto legal das optativas é que elas podem te ajudar a desenhar sua carreira, por exemplo: ajudam a escolher qual pós-graduação será mais interessante. Você começa com uma disciplina optativa na Universidade, conversa com o professor (que além de ser uma fonte de informação sobre seu tema de interesse, é networking!), descobre uma pós e assim começa a trilhar a sua trajetória profissional.

    por Areta Barros
    Consultora Head de Processos Seletivos da Cia de Talentos

  • Compartilhe:
    Tags: