• Como decidir entre trabalhar, fazer um bico ou “só estudar”

    3 Mar 2015
  • Qualquer forma de experiência vale a pena?

    O ditado popular diz, “vivendo e aprendendo”, então começo este artigo dizendo: “sim, qualquer forma de experiência vale a pena!” Afinal de contas, independentemente da sua decisão: fazer um “bico”; dedicar-se integralmente à graduação ou procurar um emprego formal/estágio, o que importa é o quanto você vai absorver dessas atividades.

    Nós  da Cia de Talentos entendemos que no começo da graduação/vida profissional, com tantas opções à mão, fica difícil fazer uma escolha. Então, para ajudar na sua decisão, vamos falar um pouco sobre elas.

    Fazer um “bico” pode ensiná-lo a:

    – Ser comprometido;
    – Ter responsabilidade com a entrega do resultado;
    – Preocupar-se com a qualidade daquilo que você está realizando;
    – Trabalhar em equipe;
    – Ser mais flexível;
    – Ter resistência à frustração.

    Iniciar um estágio ou emprego formal no começo da graduação irá:

    – Trazer todos os benefícios citados acima e o mais importante, vivência na sua área de atuação;
    – Ajudar a compreender os conteúdos ensinados em aula, já que você já estará inserido naquele universo.

    Porém, dedicar-se à graduação e aguardar um pouco mais para entrar no mercado de trabalho também trará ganhos para você como profissional, pois permitirá:

    – Bom embasamento teórico explorando sua capacidade analítica e pensamento estratégico, sendo essas características extremamente importantes e valiosas para as grandes organizações.

    No entanto, costumo dizer que dedicar-se a graduação é:

    – De fato estudar, ler, pesquisar;
    – Ir além do que os professores ensinam em classe;
    – Explorar seu tempo como estudante da forma mais completa da palavra estudo!

    Nos primeiros anos da faculdade, muitos estudantes se perguntam: “por que algumas empresas contratam estagiários somente nos últimos anos, se nós estamos absolutamente sedentos por conhecimento, cheios de energia e disposição para aprender e nos dedicarmos aos programas de estágio?”

    Isso acontece devido à diferentes fatores: algumas faculdades têm regras específicas que permitem que seus alunos estagiem somente após cumprir boa parte da grade curricular; restrições da lei de estágio e também porque algumas empresas acreditam que o início da graduação oferece a base teórica que irá gerar o alicerce para toda uma carreira profissional.

    Ajudei? As opções e seus benefícios ficaram mais claros? Sim? Não?

    Se não, aproveite para experimentar! Afinal, todas as experiências contribuirão para seu desenvolvimento pessoal e profissional! Tudo isso vale sim a pena! Aprendizado é aprendizado! Experiência é experiência! E, como dizia nosso poeta Fernando Pessoa, “tudo vale a pena, se a alma não é pequena”. Então bora lá enriquecer sua vida e seu mundo! Viva, aproveite e aprenda em toda e qualquer forma de experiência!

    por Viviane Camerlingo 
    Consultora de Processos Seletivos da Cia de Talentos

  • Compartilhe:
    Tags: